Juntando os Pedaços

16:10

Pouco antes do ano acabar, estava passeando pela livraria quando observei este livro. Uma capa altamente minimalista e perfeitamente apaixonante. Sabe aquela história "não julgue um livro pela capa."? Acontece muito comigo. Já quebrei a cara muitas vezes por causo disso. Capaz lindas, livros péssimos. Mas essa vez foi diferente. Foi muito diferente.

A história é sobre Libby, Jack e os grandes problemas que os afetam. Libby foi considerada obesa um pouco depois da morte de sua mãe, onde entrou em um tipo de depressão profunda. Apesar de se recuperar, ela ainda tem ligar com a pressão social de ser gorda e ter sido considerada a menina mais gorda dos EUA. Já Jack, sente-se obrigado a ser um babaca, pois possui uma doença chamada Prosopagnosia, que não permite que ele reconheça rostos, fazendo sua vida ser mais complicada do que parece. Ambos acabam se encontrando, não da melhor forma possível, mas juntos eles acabam, de certa forma, se ajudando.

A escrita de Jennifer Niven é incrível. Ela é carregada de sentimentos e parece ser tão real que a história se passou na minha mente como um filme. Os personagens foram muito bem construídos, e os detalhes tornaram a história melhor ainda. Libby é uma gordinha super empoderada. Ela sabe que está acima do peso, mas ela não liga. Talvez um dia ela emagreça, talvez um dia não. Ela não liga. Apenas é apaixonada por dança e tenta todos os dias manter sua ansiedade controlada para enfim, poder viver uma vida normal, a qual sempre sonhou. Jack é um personagem duvidoso. Quem o entende de verdade, sabe que ele não é uma má pessoa. Mas ao mesmo tempo ele é irritante e meio burro. Suas tentativas de manter a sua imagem na escola são tão idiotas que me fez, em certos momentos, odiá-lo, e pensar que haveria sim milhões de outras alternativas. Porém, ao longo do livro, você vai se acostumando e talvez até gostando dele.

Esse livro veio cheio de lições e de fatos. Libby é gorda. Ser gorda não é bom para a sociedade. Gordinhas devem ser esquisitas. Gordinhas não devem dançar. Gordinhas não devem ter namorados. SÓ QUE NÃO. O fato de uma pessoa estar acima do peso não significa NADA. Aliás, talvez possa significar algum problema de saúde, mas se está tudo bem fisicamente, qual o problema? O livro mostra muito isso, além de mostrar a crueldade das pessoas, principalmente, de adolescentes. Todos nós sabemos como essa fase, da infância à adolescência pode ser cruel. As pessoas machucam as outras sem pensar nas consequências, e a trama mostra muito isso. Em relação as lições, Libby nos mostra o tempo todo como é importante ser quem somos e não ligar para a opinião alheia. Temos que aceitar quem somos e tentar mostrar as pessoas que nosso caráter vale muito mais que nossa aparência.

Recomendo bastante esse livro, principalmente, se você gostar de história de mulheres fortes. A história é bem dinâmico e os capítulos são divididos na visão de Libby e Jack. Eu fiquei apaixonada pelo livro, espero que você também goste! Mas conta aí nos comentários se você já leu ou ficou com vontade de ler!

You Might Also Like

38 comentários

  1. Que capa mais linda! Amei a resenha, quero demais ler.
    Beijinhoos. ❤
    Amor de Lua Azul
    Instagram - Google + - Twitter

    ResponderExcluir
  2. OOOOOOOI

    eu já vi uma resenha sobre esse livro e me pegou de jeito. Toda essa relação com obesidade e depressão é o tipo de temática que me prende por identificação.
    A capa é linda e eu PRECISO dessa leitura na minha estante!

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma temática diferente e ao mesmo tempo interessante! A capa é mesmo maravilhosa! Beijos!

      Excluir
  3. gostei muito do tema afinal é diferentes dos livros que costumo ler! achei a resenha nota 10!
    beijos



    https://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Amei a resenha, Carla!
    Você encontrou no sebo?
    Tenho buscado muito livros sobre empoderamento feminino!
    beijo

    coloresam.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, encontrei na Saraiva mesmo! Ele é recente, acho difícil achar no sebo ): Eu tbm tenho!! beijos!

      Excluir
  5. Ah, que amorzinho de história, fiquei encantada com sua resenha e agora tô querendo encontrar ele por aí para dar uma olhadinha de perto <3


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  6. Super amei *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  7. Jamais imaginaria que o livro tratava disso! Fiquei curiosa pra ler pela personagem ser empoderada :3

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também! Quando li a sinopse fiquei muito curiosa! Ela é dms, virou uma das minhas preferidas <3

      Excluir
  8. Fiquei com muita vontade de ler, Carla! Eu sou meio assim feito você e já me decepcionei muito com livros que comprei só pela capa HAHAHA Que bom que esse não foi sem caso dessa vez. Fiquei interessada na história, parece ser um livro muito bom e com uma mensagem importante. Além de te ruma personagem feminina bem forte, né? Deve ter sido uma ótima leitura, fiquei querendo ler também HAHAHA E a capa é mesmo linda xD

    Um beijo!
    Heeey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa nossa realidade é mt triste, hahahaha! Ele é sim! Adoro quando as personagens são assim! Beijos!

      Excluir
  9. Oi Carla, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, mas depois dessa resenha incrível, fiquei curiosa para ler! *-*
    Adorei, a história parece ser muito bacana! =)

    Beijos
    Amanda Z.
    www.amandazulai.com.br

    ResponderExcluir
  10. ainda nao conhecia esse livro, ja pela capa me chamou a atenção e fiquei com mt vontade de ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Eu também queria comprar só por causa da capa. Fiquei feliz em saber que a história é mais linda ainda. Já está na minha meta de leitura, espero lê-lo em breve.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito incrível, te garanto que vale a pena comprar, haha! Beijos!

      Excluir
  12. Nossa, eu ainda não conhecia esse livro mas depois da resenha eu fiquei com muita vontade de ler. Me interessei mesmo! Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  13. Amei a capa do livro e pela sua resenha fiquei muito interessada em ler, esse assunto me interessa bastante.. :)
    E realmente crianças e adolescentes são muito crueis!
    http://www.corujasemasas.com.br
    Beijos. <3

    ResponderExcluir
  14. É, confesso que a capa me ganhou também. O livro me despertou interesse por abordar essas temáticas como depressão e obesidade. Concordo com a frase "O fato de uma pessoa estar acima do peso não significa NADA", o que é verdade né? Já vi muitas gordinhas fazendo coisas incríveis, então isso não impede nada. Enfim, gostei!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! O importante é ter saúde, e se a pessoa está feliz aqui e com saudade, então está td bem! Beijos!

      Excluir
  15. Não conhecia esse livro, tb adorei a capa.
    Adorei a sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Eu também sou dessas que julga o livro pela capa (que feio!) e com certeza se visse esse livro numa livraria por aí já ia querer levar pra casa só pela capa maravilhosa haha ainda bem que o livro não decepciona, né? Adorei a resenha e já gostei da Libby, vai entrar pra minha wishlist de leitura!
    Um beijão,
    Gabs do likegabs.blogspot.com ❣

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, hahahaha! Ela é maravilhosa!!! Beijos!

      Excluir
  17. No livro "Barba Ensopada de Sangue" o personagem principal também tem essa doença que não consegue reconhecer os rostos das pessoas, diferente né?
    Mas fiquei com dó da Libby! Gente, coitada cara.... que barra! Vou ter que ler agora, só pra poder dar um abraço mental nela.
    Fiquei magoada pelo personagem fictício, pode? heheheh

    Beijos!
    Andréia Campos
    http://petitandy.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério?? Que legal! Não legal ele ter a doença, kkkkkkkkk, mas sim ela ser abordada! Fiquei com muita pena da Libby, mas ela é incrível! E claro que pode, eu fico sempre, hahahaha! Beijos!

      Excluir
  18. great post...have a nice day..
    www.crazyaboutcolors.com

    ResponderExcluir
  19. Carla, esse livro parece ser maravilhoso (e aquele quadrinho escrito GRL PWR ali no fundo também ♥). A sua resenha me deixou muito curiosa! Bom saber que esse Jack é meio duvidoso, já não vou ter tantas expectativas em relação a ele HAHAH. Acho incrível quando aparecem personagens femininas empoderadas - tanto na ficção, quanto na vida real! Esse assunto da gordofobia entrou de vez na minha vida quando comecei a acompanhar a Luiza Junqueira, do canal Tá, Querida (o documentário "Gorda" é um arraso!) e a Alexandra, do Alexandrismos (dá uma conferida nesses canais, se você curte feminismo e empoderamento é o tipo de conteúdo que você vai amar! - dica de blogueira enxerida HAHAH). Quando eu passei a consumir conteúdo de mulheres gordas, comecei a perceber que a gente cresce com certos pensamentos que são muito idiotas. Como você disse, não há absolutamente nada de errado em ser gorda. Enfim, só queria dizer que sua resenha ficou incrível e eu adicionei esse título na minha listinha de leitura ♥
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre o quadrinho: fui eu que fizzz, hahaha! Adorei as indicações de canal, vou correndo me inscrever, hahaha! E sim, com certeza, crescemos ouvindo de tudo e com um tempo e com mais maturidades, vamos entendendo que não é bem assim que funciona! Muito obrigada! Beijos!

      Excluir

Subscribe